NÚMERO DE MULHERES AO VOLANTE CRESCEU 30% EM CINCO ANOS


mulher-direçãoO Departamento de Trânsito do Paraná reuniu informações sobre o perfil das condutoras de veículos do Estado para marcar o Dia Internacional da Mulher, que será comemorado no domingo (8).

Elas são 1.731.379 dos 5.126.116 motoristas habilitados no Estado – 33,78% do total. No Paraná, a primeira motorista habilitada foi Sonia Margarete Manfrinato, em 1918. Gradativamente o percentual aumentou e, nos últimos cinco anos, o número cresceu 30,16%.

“Nós, do Detran, percebemos que a procura é grande por elas e a proporção de mulheres habilitadas em relação aos homens aumenta ano a ano”, ressalta o diretor-geral do Detran, Marcos Traad.

“Atualmente, temos condutoras de 70 a 90 anos renovando suas habilitações, o que, há anos atrás, não era comum”, diz Traad.

COMPORTAMENTO – A psicóloga especialista em Trânsito Salete Coelho Martins conta que, na direção, os aspectos comportamentais da mulher mais presentes são o planejamento prévio e a segurança.

“Elas são cautelosas, pacientes, passivas e tranquilas”, diz Salete.

“Já o homem tem raciocínio rápido e boa orientação espacial, o que o torna mais competitivo no trânsito. Por isso, muitas vezes eles exageram na velocidade.”.

As mulheres têm mais atenção e prudência no trânsito. Em 2014, dos acidentes de trânsito com vítimas, 34,88% foram com mulheres e 65,12% envolveram homens. Por serem mais zelosas, as seguradoras de veículos até mesmo oferecem vantagens para as motoristas.

Em 2014, as mulheres representaram 16,09% do total de motoristas suspensos no Paraná, sendo que os homens foram de 83,89%.

SUSPENSÃO – No ano passado, 29.505 condutores tiveram a CNH suspensa de forma direta no Estado. Destes, 4.750 eram mulheres (16%) e 24.752 (84%) eram homens. Na suspensão por 20 pontos, as mulheres representam 14.679 (26%), sendo a maioria delas acima de 40 anos (14%).

Na infração de dirigir sob influência de álcool, as mulheres somam apenas 4% do total. Já sobre dirigir sem os documentos de porte obrigatório, o número chega a 7%.

BLITZ EDUCATIVA – O Batalhão de Polícia de Trânsito da Polícia Militar (BPTran) em parceria com o Departamento de Trânsito do Paraná e o Instituto Paz no Trânsito (IPTran), fará no domingo uma ação educativa voltada ao público feminino.

O objetivo é chamar a atenção para os cuidados no trânsito com a distribuição de materiais e orientações dos agentes.

A ação será em Curitiba, na Avenida Manoel Ribas, no Portal de Santa Felicidade, de 11h às 13h.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em: www.pr.gov.br e www.facebook.com/governopr

Veja as principais suspensões mais aplicadas em 2014 para homens e mulheres

Dirigir sobre influência de álcool ou entorpecente

4,03% mulheres

95,95% homens

Transitar em velocidade superior à máxima permitida (mais de 50%)

26,85% mulheres

73,14 % homens

Conduzir motocicleta sem usar capacete segurança

15,14% mulheres

84,75 % homens

Dirigir ameaçando pedestres que estejam na via pública

15,63% mulheres

84,37 % homens

Cassações por dirigir com a CNH suspensas mais aplicadas em 2014

Estacionar em desacordo com a regulamentação

20,81% mulheres

79,19 % homens

Avançar o sinal vermelho

15,09% mulheres

84,91 % homens

Conduzir veículos sem documento obrigatório referidos no CTB

7,29% mulheres

92,71% homens

Dirigir veículos usando fones ou telefone celular

7,29% mulheres

20,86% homens

Fonte: AEN