Multas de trânsito aplicadas em SP caem 12,5% no 1º semestre de 2017

A cidade de São Paulo registrou uma queda de 12,5% no número total de multas aplicadas no primeiro semestre deste ano em comparação ao mesmo período do ano passado. De janeiro a junho deste ano, foram registradas 6.847.095 infrações. Já nos primeiros seis meses de 2016, foram aplicadas 7.823.757 multas. Os dados obtidos com exclusividade pelo G1 são do Painel Mobilidade Segura, site da Secretaria de Mobilidade e Transportes. Segundo informações da administração municipal, o principal motivo da diminuição do número de multas aplicadas foi o reforço da sinalização viária nos locais ond...
Continuar lendo...

Multas por desrespeito à placa de parada obrigatória aumentam mais de 160% em SP

O número de infrações por desrespeito à placa de parada obrigatória em cruzamentos sem semáforos cresceu 161% na cidade de São Paulo nos primeiros seis meses deste ano. Os dados são do Painel Mobilidade Segura, site da Secretaria de Mobilidade e Transportes. No primeiro semestre foram aplicadas 7.790 multas somente nesse tipo de infração. No mesmo período do ano passado foram registradas 2.974 penalidades. O avanço do semáforo vermelho também registrou aumento. De janeiro a junho de 2017, foram 231.436 multas com esse tipo de infração. Em 2016, foram aplicadas 228.356 multas no mesmo...
Continuar lendo...

CCJ debate inclusão de extintor de incêndio entre equipamentos obrigatórios de veículos

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) debate nesta quarta-feira (27) proposta que inclui, entre os equipamentos obrigatórios dos veículos, o extintor de incêndio com carga de pó ABC (PL 3404/15). De acordo com o deputado Moses Rodrigues (PMDB-CE), que solicitou o debate, só em São Paulo em média sete carros por dia pegam fogo, e no Rio de Janeiro em média são seis carros por dia. No Brasil, segundo o Corpo de Bombeiros, esse número chegaria a 10.300 carros por ano, isso em casos registrados, ressalta o parlamentar. “Temos ainda que levar em consideração os incêndi...
Continuar lendo...

Comissão rejeita projeto que proíbe uso de aplicativo para alertar blitz no trânsito

A Comissão de Viação e Transportes rejeitou proposta que proíbe o uso de redes sociais e de outros aplicativos de internet para alertar motoristas sobre a ocorrência de blitz de trânsito. O texto rejeitado previa multa ao usuário que fornecesse informações sobre a localização de blitz em redes sociais e também ao provedor de internet que tornar disponível esse tipo de conteúdo. Os aplicativos com informações sobre blitz no trânsito surgiram após a entrada em vigor da Lei Seca (Lei 11.705/08), em 2008. Relator no colegiado, o deputado Jose Stédile (PSB-RS) apresentou parecer rejeitand...
Continuar lendo...

SP registra 57 mortes no trânsito no mês de agosto

A capital paulista registrou 57 mortes resultantes de acidentes de trânsito no mês de agosto, segundo dados do Infosiga, site do governo de São Paulo que concentra estatísticas de óbitos no trânsito. O número é 44% menor que o registrado no mesmo mês do ano passado, quando ocorreram 103 óbitos. Dos 57 mortos, 17 eram mulheres e 40 homens. As principais vítimas são motociclistas e pedestres. Em agosto de 2017, 16 mortos se acidentaram em uma motocicleta e outros 28 eram pedestres, o que corresponde a 77% do total de vítimas. No mesmo período do ano passado foram registradas 103 mortes...
Continuar lendo...

Paulistano leva 30% a mais de tempo preso no trânsito, diz estudo

O paulistano passa 30% a mais de tempo preso no trânsito para chegar ao seu destino, segundo ranking de uma empresa holandesa especializada em tráfego. Apesar de intenso, São Paulo tem um congestionamento menor que o Rio de Janeiro, a cidade mais congestionada do país. De acordo com o estudo da TomTom, o carioca leva 47% a mais de tempo do que gastaria se não houvesse congestionamento. A falta de ônibus, a baixa qualidade do transporte em geral e o pequeno alcance das malhas metroviárias colocam algumas das cidades do brasil entre as mais congestionadas do mundo. O Rio está em oitavo...
Continuar lendo...

CET vai fiscalizar motorista por velocidade média em trajeto específico em SP

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) vai começar a fiscalizar o motorista pela velocidade média que ele leva de um ponto a outro em determinadas vias de São Paulo. A medida tem como objetivo combater o hábito que alguns condutores têm de tirar o pé do acelerador apenas quando estão perto dos radares. A nova medição não vai gerar multas. A medida passará a valer em novembro nas avenidas 23 de Maio, Bandeirantes e Marginal Tietê, na pista expressa, sentido Rodovia Ayrton Senna. O secretário municipal dos Transportes, Sérgio Avelleda, explicou que os radares que existem nestas via...
Continuar lendo...

Radares ‘pegadinha’ multam até funcionários e clientes em entrada de lojas

Funcionários de lojas da Radial Leste, na Zona Leste da cidade de São Paulo, reclamam de dois radares “pegadinha”, com distância de cerca de 50 metros. Segundo eles, uma concessionária de carros teve que mudar a saída de carros para que os clientes não fossem multados. Os radares ficam entre a concessionária e duas lojas. Os funcionários contam que já foram multados para entrar ou sair do trabalho e que alguns clientes contam ter medo de entrar na loja e serem multados. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) afirmou que a presença de radares próximos a faixas de ônibus não podem ...
Continuar lendo...

Motoristas reclamam de radar ‘pegadinha’ no Centro de SP

Motoristas que passam pelo Bom Retiro, na região Central da cidade de São Paulo, reclamam de um radar “pegadinha”, que fica na Avenida Santos Dumont. Ele fica depois da Rua Francisco Borges e é o segundo aparelho de fiscalização em faixa de ônibus que mais multa na capital. Entre os meses de janeiro e maio, foram mais de 14 mil multas aplicadas. Os motoristas que saem da Avenida do Estado e fazem a conversão para a Avenida Santos Dumont reclamam de não terem tempo hábil para sair da faixa exclusiva para ônibus. Dois radares estão localizados no trecho. O primeiro, atrás de um poste, reg...
Continuar lendo...

Viação aprova criminalizar entrega de veículo para não habilitado mesmo sem acidente

O texto também amplia o rol de quem pode ser incriminado, ao incluir quem deixar motorista com carteira de categoria diferente dirigir o veículo A Comissão de Viação e Transportes aprovou na terça-feira (5) proposta que torna crime entregar a direção a pessoa não habilitada mesmo se não houver lesão ou perigo de dano concreto na condução do veículo. O Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/97) já estabelece pena de seis meses a um ano ou multa para quem permite, confia ou entrega a direção a pessoa não habilitada, com habilitação cassada ou suspensa ou que não esteja em condições de ...
Continuar lendo...